De diva pra diva

Como se depilar de forma prática? Sobre depilação na estrada

Rating Chart

4 average based on 4 ratings

  • Excellent
    2
  • Very Good
    0
  • Average
    2
  • Poor
    0
  • Terrible
    0

Pelos, por que tê-los? Como manter a depilação na estrada

Drag queen com cara de confusa
Vamos ver se você diz algo que eu ainda não sei…

Antes de tudo, gostaria de dizer que se você é uma pessoa que optou por se livrar das amarras da depilação e deixar seu pelos livres, acho digno. Admiro quem toma essa decisão. Mas, nesse caso, esse post não é pra você.

Lá se vão mais de 1 ano e meio na estrada. E eu sou adepta da depilação. Geral. Tanto pernas, axilas quanto da depilação íntima. UI! rs

A questão é que tudo que tenho está na minha mochila de 65L. E nela não dá pra carregar todos os apetrechos de beleza. Eu ficava pensando, como iria me virar nos lugares dos idiomas que não entendo necas?

Imagina como deve ser explicar “Quero depilar meia perna” em mandarim!!?

Hoje, cheguei no meu método ideal e que super aconselho, mas antes dele testei vários outros. Pra quem quer ter praticidade nas questões de depilação, mesmo que não esteja viajando, esse post pode ser bem útil.

Como me depilava antigamente, antes de viajar

Procurando Nemo, Dory falando
Menina, deixa eu te contá!!!

Quando eu morava em São Paulo eu fui até a Ikesaki, uma loja enooooorme de cosméticos – sempre que eu ia lá gastava uns R$50 e saía carregada -, e comprei um kit de depilação de cera em roll on.

Menina, aquilo era sensacional. Nunca me senti muito à vontade, nem tive muita paciência, de ir em salão pra fazer depilação. Quando era nova, usava mesmo a boa e velha lâmina de barbear.

Depois que mudei pra São Paulo, virei adepta da depilação com cera roll on. É prática, é barata e eu mesmo podia fazer.

Um kit da Depilsam custou na época menos de R$100 e vinha com o aquecedor bivolt, refil de cera de 100 g, lenços em fibra natural, óleo removedor e loção adstringente.

O uso era bem prático. É só colocar o refil dentro do aquecedor, ligar na tomada e esperar uns 15 mins até a cera derreter. Daí passava na pele e colocava o lenço por cima pra poder puxar.

Nas primeiras vezes eu estava pegando a manha e gastava muito lenço. Mas lá na Ikesaki também vende um pacotão que custa uns R$21 com 100 unidades e dura quase metade do ano. Isso depende da quantidade de pelos que você tem, mas eu usava umas 10 folhas pra me depilar toda.

Um refil de cera dava pra eu usar duas vezes, ou seja, metade do refil num mês e metade no outro. O que dava 6 refis por ano.

Cada refil custa entre R$4 e R$8, depende da marca. E tem para todos os gostos: mel, algas marinhas, cera negra e assim por diante. Teste todas e me adaptei mais com a de algas marinhas.

Com o tempo, comprei um óleo pra usar antes e outro depois da depilação. E isso dava uma baita diferença. Minha perna ficava impecável. Sério! Você também verá vendendo um produto para tirar os resquícios de cera.

Eu comprei, mas usei só no início. Depois de pegar a prática, com o próprio lenço eu puxava as ceras remanescentes. 😉

E é isso que eu fiz por quase 6 anos em São Paulo. Nunca fui numa salão de depilação de lá, mantive tudo usando essa cera roll on. E minha vida era boa. rs

Quando era hora de depilar eu já separava o sábado e fazia um “Dia de Princesa”….hahaha No final do dia como eu estava me sentindo?

Mulher Maravilha dançando feliz
\o/

Pra quem tem a chance e condição de adquirir, esse kit roll on é algo sensacional! E fácil de pegar a prática.

Só que não dava pra eu carregar o kit na mochila e nem sei se acharia tudo pra vender com facilidade, tipo…na Polônia! Então, quando caí na estrada, tive que ir tentando outras formas de manter a depilação em dia.

E eis os 5 métodos que testei e tudo que descobri sobre eles.

1. Cera líquida para uso no micro-ondas

Estava eu em Maceió e passei numa farmácia. Lá estava ela, na prateleira de itens de beleza: cera para micro-ondas.

Eu estava num Airbnb e o banheiro era espaçoso, então pensei: Por que não testar? E comprei.

Hillary Clinton abismada
Oooopa! Parece promissor.

Custou uns R$18 e vem com 200g. Como eu costumava usar metade de um roll on imaginei que 200 g seriam suficientes para fazer tudo.

As instruções são simples. Basta tirar a tampa e colocar no micro-ondas em alta potência por 1 minuto e meio. O tempo e potência variam de acordo com cada aparelho. Se a cera estiver muito líquida, tem que esperar endurecer um pouco.

Eu tive que colocar umas duas vezes no micro-ondas de lá. E aí ficou ok.

O pote vem com uma espátula e a praticidade é que não precisa de lenços, como no caso do roll on. Ou pelo menos deveria ser.

Usei a espátula, espalhei e arranquei. Não arrancou quase nada de pelos. Tentei mais uma, duas, vinte vezes. E no fim fez mó lambança e os pelos estavam todos lá.

Pensei que poderia ter feito errado e no dia seguinte tentei de novo. Dessa vez me preocupei em deixar a cera mais firme. De nada adiantou.

Nessas, já estava na metade do pote e nem metade da perna estava depilada. Desisti!

Pra mim esse método não funcionou de jeito nenhum. E fiquei cheia de cera presa na perna, sem ter lenço, nem removedor. Achei o ó!

Pelo menos não deu reação alérgica e é como se eu simplesmente não tivesse depilado.

2. Folhas prontas de depilação

Essas são aquelas folhas que já vem com a cera, sabe? É chamado de cera fria. São pares de folhas transparentes que vêm com a cera no meio.

Para usar você precisa esquentar o par entre as palmas das mãos por um minuto. Então você separa as duas folhas, dobra uma e usa a outra. Quando for usar a segunda folha, que está dobrada, precisa esquentar de novo.

Eu usei muito dessas folhas na minha adolescência. É prático. Mas naquela época eu usava só para fazer as pernas. Depilação íntima era com lâmina de barbear mesmo.

Eu estava em algum hotel quando resolvi comprar as folhas pra ver se continuava achando um método prático.

De fato ainda é um método prático. Para as pernas. Para a depilação íntima e axilas, acho que dói muito. Quando se usa cera quente, os poros se dilatam e dói menos para puxar os pelos.

Mas, pra mim, a grande desvantagem dessas folhas é o preço. Para poder fazer tudo (pernas, axilas e depilação íntima) tive que comprar uns dois pacotes. Isso custou mais de R$30. E mesmo assim, ainda não ficou perfeito.

Eu particularmente acho que pode ser algo mais para quem só depila meia perna.

3. Salão de depilação

Quando cheguei em Natal, percebi que teria um período pela frente de muitas praias e biquíni. E não tava ainda muito satisfeita com os outros métodos que tinha testado. Então resolvi ir a uma depiladora profissional.

Já ia cortar o cabelo, daí aproveitei e fiz depilação também. A depiladora era super simpática e conversamos a beça sobre a cidade e tudo mais.

Para minha surpresa, ela usava um kit roll on igual ao que eu tinha! hahahaha

Fiz só as pernas e saiu por uns R$40. Ficou bom, é prático. Mas como disse, não me sinto muito a vontade e também, não sei como seria ficar caçando depiladoras pelo mundo. Então fiz só essa vez mesmo.

Bom que aproveitei as praias sem me preocupar muito. Valeu para aquela vez, mas não pra ser o meu método ad eternum.

Mas afinal, qual a forma mais prática de depilação? E eis então que a resposta mais simples é a correta…

4. Gilette

Sim, cara amiga. A mais prática é a boa e velha gilette. Não é lâmina de barbear, é gilette mesmo! Já explico.

Durante a minha vida, lá se vão 33 anos bem vividos, usei muita lâmina de barbear para acabar com o pelos. De lá pra cá testei 26282768 mil tipos e marcas diferentes.

Já usei BIC, já usei Gilette, já usei Vênus Breeze…mas a questão é que sempre usei os modelos femininos. E esse é o grande erro! O mundo da publicidade está te enganando, menina!! rs

Cachorro olhando curioso
É o que?!?!

Essa Vênus Breeze é aquele que tem um gel em cima e embaixo. Aquele negócio molha e vira uma gosma horrenda! Usei uma vez pra nunca mais. E é cara…

Pois então…eu gostava muito daquele modelo menor que era feminino, a Gilette Sensor Excel – For Women. Não é muito barata, tanto peça quanto refil. Lembro que o refil custava mais de R$30, com três unidades. A peça girava em torno de R$20.

Depois, num dia qualquer que não lembro mais – já fora do Brasil -, durante a viagem resolvi comprar um modelo de Gilette masculino, pois não achava mais esse Sensor Excel for Women.

Então comprei a Gilette Mach 3 Sensitive, a que é pros homens mesmo. E minha vida mudou! Nossa…essa nem é a melhor lâmina de barbear masculina e é bem melhor que a melhor lâmina de barbear feminina!

A base custa mais barato que o da Excel for Woman e o refil está na mesma faixa. Mas achei uma boa diferença no resultado. Na verdade elas seriam quase que iguais, só que a Mach 3 possui três lâminas e a Excel for Woman só duas.

E essa lâmina a mais faz tooooooda a diferença!

Daí fui mais além. No fim do ano, quando estava em São Paulo, passei por uma farmácia e fiquei paquerando as lâminas de barbear e vi lá a Gilette Fusion Proglide!

*** Gente, só uma parada pra dizer que esse post não é publicidade não tá! hahahaha ***

Eu já tinha visto propaganda na TV dessa Gilette, acho que com o Neymar. Bem, a diferença dessa lâmina é que ela tem uma bola que mexe pra todo lado e isso dá mais flexibilidade na hora de depilar.

Aqui a dita cuja pra você entender melhor o que estou falando:

Gilette Fusion Proglide
Eis a Gilette Fusion Proglide

Gente…não é barata. Foi um pequeno investimento de R$42 na peça e R$38 no refil, com três. Mas geeeeeeeente! GEEEEEEEEEENTE! Que maravilha. Sério…só uso ela hoje em dia.

É muito, muito, muito boa! E só fui trocar de lâmina depois de 4 meses usando. Valeu super a pena. Além dela ter essa bolinha que mexe e é ótima pra fazer virilha e tudo mais, são três lâminas e ó…a pele fica lisinha.

Sei que muita gente fica com a pele irritada, mas então, desde que comecei a usar só lâmina, descobri alguns macetes que ajudam muito na hora de usar a gilette.

Primeiramente, nunca use lâmina de barbear com a pele seca! Never, jamais, jamé! Existe um creme de barbear da Gilette que é pra público feminino. Caro pacas! Se você comprar o masculino, funciona i-g-u-a-l-z-i-n-h-o! 😉

Aqui nos Estados Unidos têm uma infinidade de cremes para mulheres, com cheiros variados (morango, baunilha, etc). Usei e são bem bons. E custam menos de R$10. Um pena que não tenha no Brasil, mas se tiver alguém daqui indo praí, pede pra levar um estoque…rs 

Mas, se não tiver como comprar um creme de barbear, use o condicionador mesmo. Se não, só de passar debaixo d’água já é outra coisa! Ah, água morna é ótimo porque dilatar os poros. Além disso, raspe no começo do banho. Se você deixar mais pro fim do banho, a pele já estará mais inchada com a absorção da água e a lâmina não passará tão rente. 

Outra dica é: nunca guarde a lâmina no box. Acabou de usar? Seca e guarda fora do box. Pode ser no espelho do banheiro, na gaveta, em algum lugar fechado. Não deixe no box senão vai enferrujar e você perderá a lâmina muito rápido.

Mais um detalhe muito importante: passe a lâmina no sentido dos pelos, não ao contrário como costumamos fazer. Quando eles começam a crescer, espeta bem menos e ficam menos visíveis. Além de evitar muito que os pelos fiquem encravados.

Pra mim, comprar essa lâmina foi libertador! É incrível como uma lâmina meia boca masculina é bem melhor que a melhor lâmina feminina. Imagina então uma dessas “top de linha”. Afinal de contas, eles precisam passar a lâmina no rosto…então…

Ah, por sinal, eu faço a sobrancelha e o buço na pinça mesmo. Sempre fiz. Dizem que depilar o buço com cera constantemente faz a pele ficar muito sensível e “caída” na velhice. Nunca soube se é verdade, mas resolvi não arriscar! hahaha

Mas, já fiz um teste de passar essa Gilette pra fazer o buço: ô maravilha! Claro, não a mesma lâmina que usei para o corpo, ok!

E aí, como você mantém a sua depilação? Alguém aí já experimentou usar lâmina masculina também? =)

p.s.: Devo deixar aqui registrada minha indignação sobre a queda do acento diferencial. Pêlo é muito mais legal que pelo. rs

p.s.2: Não falei de creme depilatório porque não o testei na estrada. Já usei algumas vezes no passado e não gosto. Uma bisnaga dá pra fazer só as pernas, é caro, e ele queima o pelo..ou seja, tudo cresce de novo tão rápido quanto se raspasse com lâmina.

SalvarSalvarSalvarSalvar

Photos

    Margot

    Quando minha vida saiu dos trilhos percebi que podia ir pra qualquer lugar. Virei mochileira depois dos 30 e criei o blog pra contar sobre essa aventura.

    You Recently Viewed ...

    Poder pras minas

    Assédio e tratamento na estrada. Viajar com liberdade (Parte III)

    Sobre o coletor menstrual

    Sangue, suor e coletor. Viajar com liberdade (Parte II)

    Ah, a liberdade....

    Viajar com liberdade: “Só” para mulheres (Parte I)

    LEAVE A COMMENT

    DivaDeMochila

    No Diva de Mochila você acompanha a viagem de volta ao mundo de uma carioca-paulista que virou mochileira depois dos 30. Bem-vindo (a) ao blog!

    Lá no Instagram

    %d blogueiros gostam disto: