Onde ficar em Nova York? 4 sugestões de lugares fora de Manhattan

Como eu comentei no meu último post sobre Nova York – e as manhas pra se virar como um verdadeiro novaiorquino – eu simplesmente me apaixonei pela cidade. E para aproveitar ao máximo por lá, foram mais de 30 dias na Big Apple, não teria como nos hospedarmos em Manhattan.

E por isso, usei todos os meus conhecimentos adquiridos até então com Airbnb, pra achar os lugares mais bacanas…e menos caros. (rs)

Foram quatro hospedagens em quatro bairros diferentes da cidade. Dos quatro, três foram excelentes, um foi “Ok”. Mas vou falar melhor de cada um mais na frente. 😉

O que posso dizer é que, você não vai deixar de aproveitar Manhattan se estiver hospedado fora da ilha, pois o transporte público funciona muito bem! =)

Claro, se você for mais abastado e tiver condições de se hospedar em algum hotel ou Airbnb em Manhattan, se joga!! \o/  E depois me manda as fotos dessa divonice, por favor. (rs)

Mas vamos ao que interessa, os 4 lugares bacanas para se hospedar fora de Manhattan.

Antes de tudo, conhecendo a geografia de Nova York

Mapa de Manhattan
Mapa de Manhattan

Bem, acho que pra começo de conversa é interessante entender um pouco mais da geografia da cidade. Geralmente a gente acha que Nova York é o que os filmes e séries mostram, e resume a cidade à ilha de Manhattan, que é onde a maior parte do “fervo” está.

Mas existe muitas vizinhanças ao redor de Manhattan que possuem diversos atrativos, inclusive bons Airbnbs, e que são práticas, já que estão ou servidas pelo metrô ou pelo PATH (um trem que faz integração com o metrô).

O PATH liga os distritos de New Jersey até Manhattan. Esses distritos fazem parte de New Jersey e não Nova York, mas que está ali bem ao lado, que é a parte oeste no mapa.

Ao lado leste, estão os distritos que ainda fazem parte da cidade de Nova York, como o Queens e o Brooklyn. No meio do mapa você vê Manhattan, a ilha, com todas as zonas separadinhas.

Lá pra norte estão algumas zonas “barra pesada” como o Bronxs. Você vai achar algumas hospedagens por lá, mas é uma das áreas onde o metrô não chega tão bem, pois é bem longe. Então ficar hospedado por lá significa perder muito tempo de locomoção.

Bem, nós ficamos em quatro vizinhanças diferentes: Brooklyn, Hoboken, Queens e Journal Square. Exatamente nessa ordem. Vou falar de cada uma na ordem em que conheci mesmo, não há nenhum “ranking” de gostei mais ou menos…isso eu deixo pro final pra não interferir muito na sua leitura. Combinado? =)

#BoraNóix!!



Brooklyn, o bairro descolado de Nova York

Acho que esse é um dos lugares fora de Manhattan mais conhecidos por quem não é de lá. Você, assim como eu, deve ter ouvido falar do Brooklyn em algum filme ou série. Capaz até de ter visto o lugar.

Lembro que em Sex And The City uma das personagens, quando engravida, decide ir para uma casa no Brooklyn e todas as outras ficam “MEU DEUS! Mas isso é longe demais.”

Pois bem, não é. Nos hospedamos num Airbnb que ficava num prédio antigo que antes foi uma Escola de Enfermagem. A rua era super simpática e bem ao lado, literalmente, tinha uma estação de trem.

Para ir a Manhattan não foi complicado nem nada. Só no fim de semana que algumas estações fecham e tal, mas isso é em todo o metrô, precisa estar sempre ligada no que os anúncios dizem.

Logo, um dos pontos positivos desse Airbnb era locomoção. Outro ponto bacana é que ficava ao lado de um das ruas principais do bairro e tinha uma lavanderia dois minutos de distância.

Apesar do metrô passar ao lado, era bem silencioso. O apartamento é pequeno e ideal para duas pessoas. Eu achei ótimo! Na rua de trás tinha um lugar bacana de cervejas artesanais. Pra pegar a chave a dona do apê deixou num tipo de “cofre” próprio para isso – é só chegar, digitar a senha que ela passa e então pegar a chave – num café perto de lá.

Esse Airbnb eu recomendo imensamente. Foi uma ótima estadia. =) Ah, sabe o apartamento da Carrie de Sex And The City…então, são as casinhas típicas do Brooklyn. Em Manhattan esse tipo de construção, prédios baixos e com a escada na frente, estão no West Village, e não no Upper East Side como a série dizia ser o endereço da protagonista…malandrinhos!!!

Hoboken, a melhor vista da cidade

Depois de passar pelo Brooklyn, era hora de ciceronear as mamães em Nova York. A minha mãe e a do Edu foram nos encontrar por lá. Junto com elas foram também minha cunhada e o marido dela.

Ou seja, eram 6 pessoas. A minha sugestão foi logo um Airbnb, numa pesquisa rápida para confirmar, sairia bem mais barato que hotel. Eu tinha achado um apartamento na parte norte do Central Park, mas pequeno e com sofá cama.

Em um pouco mais de busca, achei esse apartamento em Hoboken, fora da ilha. Hoboken é uma cidade localizada em Nova Jersey, que é outro estado já. Então, esse é um lugar literalmente fora de Nova York.

Mas, é do lado. Existe um PATH que liga Manhattan até lá. É rápido e bem moderno. Só nos fins de semana que a coisa fica mais demorada, pois os intervalos do PATH ficam bem maiores.

Além do PATH, dá pra ir e voltar de Hoboken de ferry, ou a nossa boa e velha barca. (rs) Só que pegar a barca não é tão barato, mas é bem mais divertido. =) A passagem custa 6 doletas, mas infelizmente o PATH não funciona domingo.

O pessoal adorou o lugar. É bem menos agitado que Manhattan e um bairro bem simpático. Nós ficamos num apartamento em cima de um pub….já imagina o resultado, né? hahaha

Todo o bairro tinha restaurantes simpáticos – poucos fast foods – e até a primeira padaria daquele cara do reallity show de bolos, Buddy Valastro.

O apartamento tinha 3 quartos, um com uma cama King Size, outro com duas cama Queen Size e um com duas camas de solteiro. Sem contar que os sofás da sala podiam virar camas, ou seja, cabe umas 10 pessoas lá. o.O

A cozinha era bem boa e a sala confortável. O único ponto que poderia ser negativo é o fato de só ter um banheiro, mas a gente conseguiu se adaptar super bem e ninguém passou aperto. Inclusive cortei e pintei meu cabelo lá…hahaha No fim das contas, achei ótimo para quem vai de galera.

E pra completar, estávamos bem ao lado da margem do rio, onde tem uma espécie de calçadão, que dá pra ver na foto ali de cima…e é de lá que se tem a MELHOR vista de Nova York. Sabe aquele Skyline que todo filme/série que se passa na cidade mostra? Pois bem, é filmado a partir de Hoboken.

Foi uma ótima hospedagem. Gastávamos o dia no agito de Nova York e a noite na tranquilidade de Hoboken. Com direito a passeios para ver a vista e poder beber em baixo de casa…(rs) Vale a pena dar uma olhada nesse Airbnb se você vai para Nova York com muitas pessoas.




Queens, com glamour

Depois que a família foi embora, nós ainda ficamos um tempo em Nova York. Dessa vez resolvi pegar algo em outra parte da cidade, no Queens.

Esse bairro fica mais para o norte, bem pra cima do Brooklyn. O apartamento que encontrei era simplesmente incrível!!! Era espaçoso, num desse prédios que também devem ter sido escola de alguma coisa…baixinhos e sem elevador.

A decoração do apê era muito bacana. O quarto era confortável e silencioso e a cozinha super bem equipada.

O Queens em si não é um bairro dos mais diferentões ou muito atrativo, achei o Brooklyn mais legal. Mas esse apartamento era ótimo e do lado de uma das ruas principais onde tinha lavanderia e supermercado. O apê tinha duas salas super espaçosas e charmosas e em uma delas um cavaleta com aquarela e tudo mais… <3

Sem contar que era só atravessar a rua, entrar no metrô e em menos de 15 minutos eu estava em Manhattan! Perfeito. Se quiser ver melhor, só acessar aqui.

Journal Square!?

Bem, eu queria aproveitar Nova York ao máximo, então consegui convencer o Edu de ficar mais tempo…hehehe

Mas, para que a gente conseguisse ficar mais tempo, teria que arrumar um lugar mais barato. E o lugar que achei era em Journal Square, que é quaaaase a estação terminal do PATH. Depois dela vem mais duas, a última é o areoporto…(rs) Esse bairro é um distrito de Jersey City, ou seja, oposto ao Brooklyn e Queens, como você viu lá no mapa. 

De todos, o apê de Journal Square era o que estava mais longe de transporte público, mas ainda assim, perto. 

Eram 10 minutos a pé até o PATH e de lá, só seguir caminho até Manhattan. Mais uma vez, ótimo no sentido locomoção. Mas o bairro, bem, o bairro é bem feio! Me fez lembrar muito os subúrbios de Los Angeles, com as diversas casas.

A impressão que tive é que é o local onde os imigrantes moram. Você verá muitos indianos, mexicanos, africanos, etc. É um bairro mais barato e servido por transporte público…então é o local que o pessoal procura para viver próximo de Manhattan.

Bem na esquina de baixo de onde ficamos tinha um supermercado enorme e um restaurante mexicano onde tentamos matar a saudade de tacos al pastor, mas…não tava bom não. =/

O apartamento em que ficamos era o porão da casa da dona. Não era muito confortável não, mas deu pro gasto. Dos quatro lugares que ficamos, é o que menos recomendo, mas achei que valia falar dele, pois se você vai precisar de um canto só pra dormir, pode ser uma opção.

Se bem que acho que você encontrará coisas mais bacanas no Brooklyn ou no Queens. 😉 De qualquer forma, se quiser conhecer melhor o cafofo, só acessar aqui.

E esses foram os locais em que nos hospedamos em Nova York….e New Jersey. (rs) Espero que o post seja útil pra alguém. Sei que vou voltar a Nova York algum dia, quem sabe até lá em tenha ca$ife pra me hospedar em Manhattan….hahaha

Mas ter ficado nesses locais foi uma ótima experiência e não deixei de aproveitar nadinha. E fique de olho que tem muito post sobre Nova York vindo pela frente. 😉 

SalvarSalvar

Quando minha vida saiu dos trilhos percebi que podia ir pra qualquer lugar. Virei mochileira depois dos 30 e criei o blog pra contar sobre essa aventura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.