Itinerário

O itinerário da viagem

Por aqui dá pra ver mais resumido todo o trajeto da viagem até agora. 😉

Onde nos hospedamos (e recomendo):

BRASIL

  • Conceição da Ibitipoca: Pousada charmosinha, não muito perto do centro, mas nada muito longe. As donas (são gêmeas) são muito gente boa e o café da manhã tava booooom.
  • Ouro Preto: Um apartamento super charmosinho, com cozinha equipada e um vinho de boas-vindas. Bem localizado!
  • Belo Horizonte: Apartamento espaçoso, ótimo custo-benefício, excelente localização. Adorei esse apê. <3
  • Brasília: Apartamento no meio da Asa Norte, muito, muito charmoso. Cozinha pequena, mas muito prática. Decoração linda e a anfitriã é muito gente boa.
  • Arraial D’Ajuda: Um lugar chiquérrimo! Super estiloso, a um pulo da praia.
  • Salvador: Num bairro não muito próximo do “fervo”, mas que tem ônibus fácil e 20mins de distância de carro da Amaralina, por exemplo. Bem bacana o apê e a cozinha super bem equipada! <3
  • Canudos: Canudos têm dois ou três hotéis. E esse que ficamos nos serviu muito bem. Achei nas buscas de Google, liguei e reservei e pronto. O Wi-Fi funcionava perfeitamente e o Neném (gerente do hotel) nos ajudou em tudo que precisamos. Tem um restaurante do lado, que a mulher do dono do hotel gerencia e eles ainda aceitam pagamento em cartão (não precisa ficar andando com dinheiro vivo). Além de baratinho.
  • Aracaju: Pousada que era um mini apê! =) Bem atrás da rua da orla e muito tranquila.
  • Maceió: Apartamento simples, mas muito honesto. Bem localizado e com uma boa cozinha. O anfitrião é muito solícito.
  • São Miguel dos Milagres: Nossa, estou a-p-a-i-x-o-n-a-d-a por essa casa, por esse lugar…vale muito a pena se hospedar aqui. O Patrick (anfitrião) é um arquiteto belga e disse que a casa está só 20% do que ele quer fazer de melhorias…então é capaz de quem vier mais pra frente achar uma casa ainda mais bacana do que já é.
  • Natal: Em Natal ficamos num apartamento super bacaninha que estava há uns 10 mins a pé da orla. Com direito a uma varandinha onde almoçamos todos os dias…rs
  • Belém: Uma pousada muito bacana e perto de tudo. Até usei a cozinha. O dono, Patrick, é muito simpático e está sempre a disposição.
  • Alter do Chão: É um hostel, mas tem quartos individuais. O dono e toda a família dele é quem cuidam do lugar. São muito receptivos e estão sempre dispostos a ajudar. Usei a cozinha e toda a estadia correu bem.
  • Manaus I: Em Manaus ficamos em três lugares…rs O primeiro é um Ibis Budget (o antigo Fórmula 1) que foi inaugurado em Dezembro de 2015 (ó…inauguraram pánóix…hahaha).
  • Manaus II: De lá, fomos para um Airbnb. Uma casinha bem bonitinha perto da Praça do Caranguejo, só muito quente, mas tem ar-condicionado na sala e no quarto.
  • Manaus III: Como tivemos que ficar mais tempo em Manaus (1 mês a mais) resolvemos pegar um lugar mais bacana (por assim dizer). Então ficamos num flat na Praia Negra. Foram alguns dias de negociação para chegarmos num preço que fosse possível pra gente pagar. O flat ficava dentro do terreno do Tropical Manaus, uma espécie de resort. Valeu a pena.

PERU

  • Leticia: Em Leticia (nossa primeira cidade fora do Brasil) ficamos num Airbnb, mas dessa vez um quarto só e não o lugar todo. Foi super tranquilo e a dona (Lili) é muito gente boa. Ainda tem o bônus de que ela morou 8 anos no Brasil (fez Artes na UFRJ) e fala português. <3
  • Iquitos: Em Iquitos pegamos um hotel. Super bem localizado e muito bacana. Limpeza e conforto com atendimento excelente. Além disso, como plus-a-mais-adicional, eles tem traslado incluso para o aeroporto. Super recomendo, gostei mesmo de lá! <3 As fotos do Booking não fazem jus ao lugar.
  • Lima: Estamos num Airbnb. Perto de Miraflores (o bairro aqui é Barranco). Super gracinha o apartamento, decoração fofa, cozinha tranquila, perto das praias (mas está frio…rs) e ainda tem uma pequena academia no prédio. \o/
  • Cusco: Ficamos num hotel muito simpático, perto de tudo e com um preço justo.
  • Arequipa: Também ficamos em hotel. Era um local tranquilo com ótimo atendimento. Não estava no meio do fervo, mas era perto da Plaza de Armas.
  • Máncora: Ficamos numa casa ótima bem em frente ao mar. A casa não era na areia, mas era elevada e pra chegar na praia era só atravessar a rua. Super espaçosa, confortável, cozinha equipada e a cama gigante! O melhor lugar que ficamos no Peru (claro que o clima de praia ajuda, né?)

EQUADOR

  • Guayaquil: Esse Airbnb era bem bonitinho e estava num bairro super bacana. Nos serviu bem pelo tempo em que ficamos lá.
  • Cuenca: Ficamos numa casa super charmosa que um arquiteto fez. Estava bem no centro (perto de tudo), mas é muito tranquila. Arquitetura e decoração modernas e o Manolo, que nos recebeu, é muito gente fina. Lugar mais que recomendado pra ficar em Cuenca.
  • Quito: Ficamos num apartamento numa das ruas principais do Centro Histórico, duas quadras abaixo da Basílica e umas três acima da praça central onde tem o Palácio do governo. Apartamento super prático e confortável.

COLÔMBIA

  • Cali: Em Cali ficamos em dois lugares. Um hotel bem bacana e barato numa parte tranquila da cidade e agora estamos num apartamento em San Antonio, um bairro que me faz lembrar um pouco Santa Teresa no Rio: boêmio e charmoso.
  • Medellín: Ficamos numa parte bem residencial da cidade, mais afastada do Centro. Mas o apartamento era super bacana, no topo de um prédio de quatro andares e com um área ao ar livre muito aconchegante. A única coisa inusitada é que rolou terremoto, mas nada grave.
  • Cartagena: Em Cartegena ficamos em dois lugares. O primeiro Airbnb era no Centro Histórico. Uma casa incrível, super bacana. Depois fomos pra um lugar em El Laguito. O prédio era muito grande e tinha um bar bem na frente. Ficamos 1 mês em um lugar que aconselho a ficar no máximo um fim de semana.
  • Barranquilla: Estamos em Barranquilla nesse momento. Ficamos alguns dias num apartamenteo esperando o lugar que ficaríamos um mês ficar pronto, pois estava passando por reformas. Os dois lugares são super bacanas. =)

 

 

Margot

Quando minha vida saiu dos trilhos percebi que podia ir pra qualquer lugar. Virei mochileira depois dos 30 e criei o blog pra contar sobre essa aventura.

DivaDeMochila

No Diva de Mochila você acompanha a viagem de volta ao mundo de uma carioca-paulista que virou mochileira depois dos 30. Bem-vindo (a) ao blog!

Lá no Instagram