Filmes que me fizeram viajar
Dicas

Filmes que me fizeram viajar

Rating Chart

0 average based on 0 ratings

  • Excellent
    0
  • Very Good
    0
  • Average
    0
  • Poor
    0
  • Terrible
    0

Dez filmes que atiçaram (e ainda atiçam) minha vontade de viajar

Chegou o fim de semana e às vezes ou a preguiça ou o orçamento do fim do mês não deixam a gente sair de casa, não é mesmo? Mas quem disse que não dá pra viajar do sofá.

Não galera, não estou falando de viajar na maionese (ou em outras formas)…rs

Como o fim de semana taí e a preguiça tomou conta do meu ser, achei que seria divertido fazer esse post de alguns filmes que quando assisti deu aquele comichão pra viajar, sabe?

Não são todos exatamente filmes sobre viagens, mas mostram lugares, culturas e tudo isso que nos faz querer conhecer um lugar. =)

Não estranhem, tem de tudo na lista….hahaha

Então, vamos lá!

“A vida secreta de Walter Mitty”

Acho que esse foi o mais “recente” que vi e pensei “tenho que conhecer o mundo”. Sei que muita gente tem preconceito com o Ben Stiller, mas, sério…ele tá de boas no filme. Inclusive a produção e direção é dele.

A história é sobre o Walter Mitty, é um sujeito sonhador que é responsável pelo departamento de arquivo e revelação da revista Life, que deixará de ter uma versão impressa para ter apenas conteúdo online. Ele recebe um pacote com negativos de um famoso fotógrafo (interpretado pelo Sean Penn), com a indicação de uma foto para utilizar na última capa da revista.

Só que o negativo da tal foto sumiu e o novo diretor pressiona o personagem pra que ele encontre a foto.

Para que a coisa não fique ainda pior pro lado do Walter Mitty (Ben Stiller), ele resolve ir atrás do tal fotógrafo (interpretado pelo Sean Penn) pra tentar resgatar o negativo. Só que o fotógrafo não tem telefone e curte ir para uns lugares bizarros atrás de boas fotos.

E é nessa jornada que ele passa por paisagens dahora! O cara desce de skate numa rodovia que fica no pé de um vulcão na Islândia. Se não quiser ver o filme todo, veja só essa cena aqui.

Quando o filme realmente começa (que é quando ele cai na estrada) a coisa fica bacana. A beleza dos lugares mais isolados do mundo, a fotografia do filme… Eu curti a beça. Fiquei babando nas paisagens.

Assistir no Google Filmes |  Ficha IMDb  | Assistir no Yutube

“Cinema, aspirinas e urubus”

Esse filme também vi há muito tempo, mas quando assisti me deu muita vontade de pegar a mala e ir conhecer o sertão.

A história se passa no sertão nordestino de 1942 `e conta a história de Johann, um alemão que para fugir da Segunda Guerra Mundial, foi trabalhar como vendedor de aspirinas nas cidades do interior do Nordeste. Dirigindo seu caminhão, ele conhece Ranulpho, um nordestino que está tentando chegar a Rio de Janeiro e a procura de trabalho. Um encontro que vai mudar a vida de dois homens.

O Johann viaja pelos povoados do Nordeste do Brasil vendendo Aspirinas, tendo com estratégia de vendas a exibição de filmes promocionais para pessoas nos vilarejos. Num certo momento os planos e sonhos dos dois camaradas de estrada terão um novo rumo.

Apesar de ser um filme “datado” (já que se passa na década de 40), os vilarejos são atuais. E foi vendo esse filme que fiquei com ainda mais vontade de ver o sertão e a parte menos longe da costa do país.

Assirtir no Youtube | Ficha IMDb | Assistir no Google Filmes

“The Galapagos Affair”

Assim…esse não é um filme sobre romance ou aventura na famosa ilha. Ele conta a história (real) de alguns sonhadores europeus que se mudaram para as Ilhas Galápagos e acabaram envolvidos em uma série de assassinatos misteriosos.

Ou seja, não é um filme “fofo”… Mas mostra o lugar diferentão que é Galápagos, com os bichos e tudo mais. Apesar da história pesada, ele desperta o interesse pela ilha.

Gosto desses filmes que não são especificamente sobre viagem, mas que o lugar está lá servindo de palco para os acontecimentos. Nesse caso, mais ainda, pois a história é real e o filme é um documentário.

Assistir na Netflix | Ficha IMDb

“Bonequinha de Luxo”

A tradução desse filme é bem livre…rs O título original é “Breakfast at Tiffany’s” que seria “Café da manhã na Tiffany”, basicamente fazendo alusão a uma cena do filme. Mas a persganem é uma garota de programa, então tá valendo o nome em português.

A questão é, muita coisa acontece nesse filme e o centro dele não tem a ver com viagem e sim o romance entre a personagem da Audrey Hapburn e George Peppard, mas foi vendo esse filme que fiquei com vontade de conhecer Nova York.

A personagem da Audrey (Holly) fala que essa é a cidade dela (por escolha) e que quando ela tiver filhos, quer levá-los a Nova York…e é isso. Eu nem conheço Nova York (ainda) e compartilho essa paixão com a Holly. Dá muita vontade de ir pra Nova York.

Não tem Sex And The City que supere o clima de “Bonequinha de Luxo” com a cidade. Pra mim esse sempre será O filme sobre Nova York. Sem contar a música…

” Two drifters, off to see the world
There’s such a lot of world to see”

Assistir na Netflix | Ficha IMDb | Assistir no Google Filmes | Assistir no Youtube

“007 contra Spectre”

Tá vendo que tem gênero pra todos os gostos, né? Rs

Bem, o mais recente filme do James Bond começa com a clássica cena-de- abertura-perseguição-pra-mostrar-como-ele-é-foda. Pois bem, essa cena se passa no centro histórico da capital do México, no Dia de Los Muertos.

Parece que essa cena deu um baita prejuízo pra eles porque teve que ficar fechada e tal e coisa.

Mas o que aparece no filme me fez ficar na ansiedade pra conhecer o país. E não só lá, durante o filme ele passa por vários países (óbvio, afinal, ele é o James Bond) em cenas que fazem você querer levantar da cadeira e comprar uma passagem pra ontem.

Na verdade, qualquer filme dessa franquia ou do Bourne, é uma boa pedida pra assistir e ficar pirando nos lugares. Ai, ai… <3

Assistir no Google Filmes | Ficha IMDb | Assistir no Youtube

“Chocolat”

O filme é uma delícia (adoro trocadilhos…hihihihi). Ele não mostra exatamente lugares fenomenais ou paisagens incríveis, mas a personagem principal tem o “espírito nômade” e por isso nunca fica muito tempo num lugar só.

Esse desapego e essa vontade de estar sempre em um lugar novo foi o que me cativou no filme. E como ele mostra as possibilidades que viajar nos proporcionam. Você nunca sabe o que ou quem você vai ver pelo caminho.

Além disso tem o Johnny Depp, o que ajuda muito…hahaha

Assistir na Netflix | Ficha IMDb | Assistir no Google Filmes

“O Albergue” 

Eu disse que a lista era eclética…hahaha

Esse é um filme de terror. Daqueles que fazem rir em algum momento de tão absurdo, mas dão nervoso de tão escatológico também.

A vantagem é que se você não curte terror, dá pra ver só o começo que é a parte de “viagem” que interessa. Bem, o nome do filme já tem tudo a ver com viagem, né? hahaha Na verdade pela sinopse ele poderia dar medo de viajar, mas convenhamos…é só um filme. rs

A história é a seguinte Paxton e Josh são dois mochileiros universitários, que decidem viajar pela Europa em busca de experiências lokonas.

Durante a viagem eles conhecem Oli (Eythor Gudjonsson), um islandês que passa a acompanhá-los. Seduzidos pelos relatos de outro viajante, eles decidem ir a um albergue particular em uma cidade desconhecida da Eslováquia que é descrito como um verdadeiro nirvana. Lá conhecem duas mulheres locais (óbvio que são gatas pacas)  que se interessam por Paxton e Josh.

Empolgados com as experiências novas que vivem, logo descobrem que nem tudo na cidade é a maravilha aparente e aí começa a parte terror do filme. Até isso acontecer, os lugares por onde eles passam dão a maior vontade de conhecer. Essa tal cidade da Eslováquia é super bacaninha!

Mas é aquilo, se for pra lá…não caia no canto da sereia. hahahaha

Ficha IMDb | Assistir no Google Filmes

“O Talentoso Mr. Ripley”

Esse é aquele filme que fez querer conhecer a Europa. É uma história de suspense e um tanto de romance, não dá forma tradicional.

Com um dom pra lá de peculiar, Ripley é o personagem do Matt Damon (esse deu sorte de conhecer um monte de lugar sensacional fazendo filme) e é capaz de imitar tudo em uma pessoa, desde seus gestos até sua assinatura.

Ao conhecer um empresário, o personagem finge ser da mesma faculdade que o filho (Jude <3 Law) desse empresário. Nessa, o tal empresário o encarrega de ir para a Europa tentar convencer o filho a voltar para os Estados Unidos.

O personagem percorre a Europa e acaba se envolvendo com o filho do empresário e sua namorada e toda a trama se desenrola. Os cenários me fizeram pensar: Coitada da mulher, ah…mas ela tá sofrendo na Itália…quisera eu sofrer assim. rs

Assistir no Netflix | Ficha IMDb | Assistir no Youtube

“Encontros e Desencontros”

Bob e Charlotte são dois norte-americanos que, por motivos distintos, estão em Tóquio e acabam se conhecendo no bar do hotel onde estão hospedados. Entediados, passam a se encontrar para explorar a cidade, conversar e passar um tempo juntos, o que resulta numa grande amizade.

Tem o Bill Murray (que sou fã) e tem a Scarlet Johansson que, bem…é a Scarlet Johansson. rs

Quando vi esse filme só conseguia pensar em fazer as malas pra ir conhecer Tóquio. A cidade parece ser incrível.

Assistir no Google Filmes | Ficha IMDb

“Up, Altas Aventuras”

Pra não dizer que não tem mesmo toooodos os gêneros, cá está uma animação que deu mó vontade de viajar quando assisti.

Provavelmente a maioria que está lendo já conhece a história, mas pra quem não conhece Sr. Fredericksen é o personagem principal. O velhinho ranzinza tinha um espírito aventureiro quando jovem e conhece a companheira ideal para seus planos futuros.

Mas a vida vai acontecendo e os planos não se concretizam, até que a esposa do Sr. Fredericksen morre e ele resolver botar o plano dos dois em práticas que é conhecer o “Paraíso das Cachoeiras” (lugar inventado na história). Pra isso, ele dá uma de padre do balão e vai pra lá.

Tem toda a aventura até chegar lá, as aventuras por lá etc e tal. Mas a viagem em si até chegar lá é repleta de paisagens digitais incríveis e desperta aquele comichão de querer viajar. Sem contar que pra mim é a melhor cena de abertura de todos as animações da Pixar até hoje.

Também tem o bônus de ter sido o último trabalho do Chico Anísio.

Assitirr na Netflix | Ficha IMDb

***Bônus ***
“2001: uma Odisséia no espaço”

Bem, o Edu disse que tava faltando esse na lista. rs

Pra mim 2001 chama mais atenção pela parte de design do que propriamente de viagem, mas é inevitável sentir uma sensação de “desbravando coisas novas” quando se escuta a música. Então é justo sim estar aqui.

Desde a “Aurora do Homem” (a pré-história), um misterioso monolito negro parece emitir sinais de outra civilização interferindo no nosso planeta. Quatro milhões de anos depois, no século XXI, uma equipe de astronautas liderados pelo experiente David Bowman (Keir Dullea) e Frank Poole (Gary Lockwood) é enviada à Júpiter para investigar o enigmático monolito na nave Discovery, totalmente controlada pelo computador HAL 9000.

Entretanto, no meio da viagem HAL entra em pane e tenta assumir o controle da nave, eliminando um a um os tripulantes.

 Ficha IMDb | Assistir no Google Filmes

Esses são os que me deram vontade de viajar. Ainda tem muitos outros, mas se deixa, fico até amanhã aqui…hahaha
Mas tem outros filmes que são sobre viagem, tem boas paisagens/locações, mas a história não me prende tanto: “Into the Wild”, “Comer, Rezar e Amar”, “Cartas para Julieta”, “Paris, eu te amo”, “Sete Anos no Tibet”, “A Praia”, “Chef”, “Amor sem Escalas”….

E pra você…Qual filme que você assistiu e deu/dá vontade de fazer as malas e sair por aí? =)

 

Hotel

Photos

    Margot

    Quando minha vida saiu dos trilhos percebi que podia ir pra qualquer lugar. Virei mochileira depois dos 30 e criei o blog pra contar sobre essa aventura.

    You Recently Viewed ...

    Vai para a América Central? Saiba o que beber

    Mulher sentada no sofá pensativa

    5 erros que cometemos nos deslocamentos da viagem

    Machu Picchu

    5 roubadas na América do Sul…que você vai acabar fazendo de qualquer jeito

    Foto da Bandeja Paisa, prato típico colombiano

    5 coisas espetaculares para fazer na Colômbia…e outras para os fortes.

    Vista da praça principal de São Cristóvão

    5 lugares bem bacanas no Brasil que você provavelmente não foi…ainda

    DivaDeMochila

    No Diva de Mochila você acompanha a viagem de volta ao mundo de uma carioca-paulista que virou mochileira depois dos 30. Bem-vindo (a) ao blog!

    Lá no Instagram