Diva de Mochila: o início de tudo.
Diário da Diva

Diva de Mochila: o início de tudo.

Rating Chart

0 average based on 0 ratings

  • Excellent
    0
  • Very Good
    0
  • Average
    0
  • Poor
    0
  • Terrible
    0

Chegou o grande dia! \o/

Bem-vindo ao Diva de Mochila. Hoje faz exatos 3 meses desde que a viagem começou e achei que seria uma boa data para lançar o blog já com as histórias e cidades que rolaram até agora.

A história é longa porque se for pensar bem ela começa em 2010…rs
Mas sempre dá pra resumir, certo? Então vamos tentar.

Sempre fui uma carioca meia boca, não era muito de praia, mas adoro samba. Não ia ao Maracanã, mas adorava passear na Cinelândia. Não tinha a cor do pecado, mas só usava vestido. E pra mim é bixxxcoito e não bolacha. Na época da faculdade fui algumas vezes a São Paulo pra ver exposições e simpósios e algumas Bienais de Arte e curti muito a cidade, então decidi que até os 26 eu me mudaria pra lá. E assim, passei meu aniversário de 26 anos na minha primeira casa em São Paulo. <3

Consegui uma transferência do trabalho e fui. Isso lá em 2010. Até então em morava com os meus pais na Tijuca. São Paulo foi uma cidade interessante: foram 8 trabalhos, 4 casas e 3 relacionamentos em 6 anos. O último foi o mais inusitado e por fim, aquele que veio pra ficar.

Viajar pelo mundo era um sonho antigo que eu estava aos poucos pensando como seria…nesse meio do caminho, conheci o Edu. Nos conhecemos por conta de trabalho quando eu nem imaginava que viraria a Diva de Mochila (mas sabia que ser fã de games e PlayStation teria uma função na minha vida além de gastar horas tentando não morrer no Dark Souls…rs) e tudo foi muito rápido.

Nos conhecemos virtualmente em Março do ano passado (como dito, por causa de trabalho…em SP não poderia ser diferente), em Junho foi o primeiro encontro que começou às 19h e terminou às 07h…rs. Ele tinha a viagem planejada e me convidou pra ir junto…em Agosto casamos (e me mudei pra minha última casa em São Paulo), em Novembro tirei um novo RG (entendedores, entenderão) e em Dezembro a viagem começou e o Diva de Mochila começou a invadir minhas ideias.

E é engraçado, porque aconteceu tudo ao mesmo tempo…mudança de emprego, de vida amorosa…e parece que ter saído dos trilhos foi a melhor coisa que poderia acontecer pra achar o meu rumo. (frase inspiracional farofa, mas é isso mesmo)

São Paulo, onde o Diva de Mochila começou a nascer

São Paulo é uma cidade muito louca, tem de tudo. Quando cheguei peguei o final da “cidade que não dormia” (na verdade acho que São Paulo é a cidade que não dorme porque tem sempre uma obra do lado da sua janela) e curti bastante. Morei atrás do MASP e quando ia pro trabalho passava ao lado do museu…achava sensacional. Tive minha fase de ir nos picos da Augusta (“picos” é carioca ou paulista?), tive a fase de adorar o meu trabalho e a de odiar…conheci muita, muitas gente bacana. Fiz novos amigos (amigos-mesmo), daqueles que vão com a gente na fase boa, ruim..que te conhecem e apoiam, mas puxam pra realidade quando precisa…sem perder nunca a ternura e a fanfarronice.

Fui muito a 25 de março e Zé Paulino, (por sinal, meu vestido de casamento é de lá e veio dar um rolezin pelo mundo comigo). Passei muitas horas na Pinacoteca e tomei muitas cervejas na Berrini. Deixei muita coisa no Rio quando fui pra São Paulo e alguns pedaços de mim ainda ficam em São Paulo quando vim pra essa nova aventura..duas meninas de 4 patas que não couberam na mochila. Mas é a vida, a gente sempre tem que escolher e eu escolher seguir a vida de Diva de Mochila, se quiser saber um pouco mais só acessar aqui.

Morei em lugares bacanas. E isso é engraçado, comecei e terminei São Paulo na Bela Vista, parece até que era pra fechar mesmo um ciclo. Foram 6 anos e hoje parece que passou voando. E foi esse tempo que me transformou na carioca-paulistana que sempre fui e foi tudo isso que me fez chegar até aqui.

Um resumo de São Paulo: foi sensacional! \o/

Até mais SP.

O Diva de Mochila é um espaço pra mostrar como está a viagem, como está a vida, como vai ser manter o lado diva sem ter casa fixa nem closet…rs

Qualquer dica, sugestão e crítica é bem-vinda, então sinta-se em casa. <3

 

Photos

    Margot

    Quando minha vida saiu dos trilhos percebi que podia ir pra qualquer lugar. Virei mochileira depois dos 30 e criei o blog pra contar sobre essa aventura.

    You Recently Viewed ...

    Percepção da viagem

    7 coisas que “aprendi” em 7 meses de viagem

    Dia dos Namorados: viajando em dupla.

    DivaDeMochila

    No Diva de Mochila você acompanha a viagem de volta ao mundo de uma carioca-paulista que virou mochileira depois dos 30. Bem-vindo (a) ao blog!

    Lá no Instagram