São Miguel dos Milagres: o paraíso na terra.
Brasil Praia

São Miguel dos Milagres: o paraíso na terra.

Rating Chart

0 average based on 0 ratings

  • Excellent
    0
  • Very Good
    0
  • Average
    0
  • Poor
    0
  • Terrible
    0

São Miguel dos Milagres é daqueles lugares que deixam a gente sem palavras. ♥

Estávamos no pique de arrumar um local pra tirar umas mini-férias já que a gente tava trabalhando muito nos últimos tempos. E São Miguel dos Milagres era nossa aposta.

Saímos direto de Maceió pra lá (e pra quem leu o post de Maceió, imagina que a expectativa pra São Miguel estava alta). A ida foi tranquila, mas é um pouco inusitado para chegar lá. Simplesmente não existe ônibus pra lá, nem de linha normal!!! o.O

Parece que existiam ônibus que faziam Maceió-São Miguel, mas como não tinha tanta gente usando com regularidade, simplesmente cortaram.

Mas sem desespero, tem um jeito de chegar lá, o táxi de lotação! Com a falta de transporte entre as cidades e as pessoas precisando ir e vir por trabalho, médicos etc…os taxistas passaram a fazer o trajeto. Então, no posto de gasolina Mar Azul (em frente ao shopping) ficam os táxis que chegaram de São Miguel esperando lotar (4 pessoas por táxi) para seguir de volta a cidade. O preço? R$25 por pessoa. E o tempo de viagem é de 1h30, mais ou menos. A estrada é boa e a viagem foi bem tranquila. =)

Ficamos numa parte de São Miguel dos Milagres que não é exatamente a parte central, é mais ao norte. Uma vila de pescadores chamada Porto da Rua. Por isso o ponto de referência da casa em que ficamos naturalmente era uma peixaria. rs Bem em frente de casa!

Usamos o Airbnb e achamos essa casa que parecia promissora, chegando lá foi amor a primeira vista! A casa era uma graça, super bem cuidada, espaçosa, com um jardim incrível ao redor, cozinha grande e bem equipada…e os donos nos receberam super bem. A casa é da Delane e do Patrick. E como ele é arquiteto disse que a casa está só 20% do que ele imagina ainda…rs


Ele contou que comprou a casa de um comerciante de Maceió 5 anos atrás e a casa estava bem deteriorada então aos poucos ele chegou em como ela está hoje. Pra mim já está um charme só e sei que quem for não vai se arrepender. Como fomos fora de alta temporada o preço da diária foi mais que justo. Quem se animar, dá uma conferida aqui

Por ser uma vila de pescadores o lugar é muito tranquilo. Estávamos a poucos metros da praia que de todas até agora foi a que mais me encantou. Quem me conhece sabe que não sou a pessoa mais praiana do mundo, mas lá é um lugar lindo. Como estava em baixa temporada, a praia estava vazia. Saímos pra passear vários dias em horários diferentes e vimos a diferença entre a maré baixa e alta. E é uma baita diferença. No primeiro dia a gente saiu pra dar uma volta no fim da tarde e não sabia se a maré tava alta ou baixa, mas a faixa de areia era enooorme. Numa das pontas da praia tem uma mini-península (uma faixa grande de areia) e foi o melhor lugar pra entrar no mar.

Em outros dias voltamos no fim de tarde também, só que dessa vez a maré estava alta e aquela faixa enorme de areia foi reduzida pra menos de 2m…rs E no penúltimo dia fomos de manhã cedo e a maré estava baixa e foi aí que vi a praia mais diferente, porque a maré estava tão baixa que você conseguia “andar sobre as águas” mais de 1km…os barcos que antes vimos de longe ancorados no mar estavam na areia e podíamos passar ao lado. Foi uma experiência bem diferentona..rs

Um rapaz de lá (que trabalha num restaurante local) contou que quando pescava ia andando mais 3Km em maré baixa e que durante a noite/madrugada muitos pescadores ficam andando para pescar (de noite nós vimos as lanternas desses pescadores). É simplesmente diferente, nunca tinha visto algo assim. Nesse dia saímos pra passear e não levei a câmera, mas acho que é algo que uma foto não daria conta. É como se fosse um desertão, com barcos que parecem abandonados (porque não estão no mar propriamente dito) e você vai andando, andando, andando e chega no mar. E algumas horas depois….nada disso existe mais, a faixa de areia está curta, os barcos estão boiando e parece uma praia normal. É bem loko!

Nesses horários e dias de maré baixa existem os passeios de barco até as piscinas naturais. A da Praia do Toque dizem que é a mais bonita, mas não conseguimos fazer. Fica pra próxima. rs

Bem, como estávamos em uma vila de pescadores me joguei nos peixes. Comprei alguns peixes locais ótimos e 1Kg de camarão que saiu por meros R$20!!!!! o.O


Comer peixe e camarão é booom demais…limpar são outros quinhentos…hahaha

O pescador me mostrou como ele limpava um peixe e fui toda pimpona pra casa achando que ia fazer igual….puffff…hahaha

                                           
200

Expectativa X Realidade

giphy

 

Bem, questão de prática mesmo. Consegui limar direitinho, mas o que o cara fez em 10 mins eu fiz em 30…rs Um dia eu chego lá.

Como estava em baixa temporada, muitos restaurantes estavam fechados e acabamos batendo ponto no Ecos. A comida é boa, a caipirinha é gostosa e está sempre aberto. Do lado de fora tem uma fileira de espreguiçadeiras e ficamos jogados vários dias lá olhando o mar e virando lagartos.

A dona do restaurante é pernambucana e no cardápio tinha Bolo de Rolo (que é a coisa mais maravilhosa do mundo), mas a receita era da mãe dela que estava doente com gripe e por isso eles estavam sem bolo de rolo. Mas a dona acabou se compadecendo por eu perguntar todo dia se tinha bolo de rolo e ela fez especialmente pra gente no último dia…e tava boooom! Como ela disse, a mãe dela é quem tem a técnica pra montar certinho, mas o sabor estava perfeito.

Por sinal, a Delane (dona da casa) fez um pavê pra gente de presente um dia. São Miguel foi a vila dos doces…rs

Enfim, lá é o lugar pra quem busca paz e tranquilidade. Está no meu TOP 5 de lugares favoritos da viagem (que acabei de inventar e tenho que pensar nos outros 4).

Próxima parada: Recife!!

Cidade histórica

Praia

Photos

    Margot

    Quando minha vida saiu dos trilhos percebi que podia ir pra qualquer lugar. Virei mochileira depois dos 30 e criei o blog pra contar sobre essa aventura.

    You Recently Viewed ...

    20 fotos pra inspirar você a conhecer Januária

    Brasil

    Desculpe o transtorno, preciso falar do Brasil

    Tríplice Fronteira

    A tríplice fronteira do Brasil

    Meninos do Rio

    De barco pelo Amazonas

    A vista de Manaus

    Manaus: 3 dias em mais de 30.

    DivaDeMochila

    No Diva de Mochila você acompanha a viagem de volta ao mundo de uma carioca-paulista que virou mochileira depois dos 30. Bem-vindo (a) ao blog!

    Lá no Instagram