Congonhas, profetas e cachoeira
Brasil Cidade histórica

Congonhas, profetas e cachoeira

Classificação

0 média baseada em 0 ratings

  • Excelente
    0
  • Muito Bom
    0
  • Médio
    0
  • Fraco
    0
  • Péssimo
    0

Congonhas e seus profetas

Congonhas tem 12 coisas imperdíveis: os profetas. E nada mais.

Quando procurei onde ficar em Congonhas, achei só uma pousada, que é bem em frente a Basílica. E foi lá ue ficamos, mas aí descobrimos que era tudo que tinha pra conhcer na cidade…rs
Tinha um museu e mais duas igrejas, mas depois de Ouro Preto, o que realmente se destaca é a Basílica com os profetas do Aleijadinho. E como se destaca.

É emocionante ver as peças de perto, as expressões, as curvas…pra quem só via em livro e sempre quis conhcer, foi um ponto alto na viagem.

Mas é só isso mesmo, Congonhas é uma cidade que dá pra ir num dia e voltar no outro, ou mesmo fazer bate-volta no mesmo dia. Como já tinha deixado pago mais de uma diária, tentamos descobrir o que fazer e aí o taxista sugeriu irmos no Parque da Cachoeira.

O parque é municipal e a entrada é R$15. Chegamos lá e passamos o dia. É um parque bem bacana, com muitas piscinas de profundidades diferente (de 0,50 cm a 1,80m), uma grande área de churrasco com mesas para muitas pessoas e no fundo do parque, a cachoeira. Foi um dia tranquilo e me esbaldei na piscina e claro, na cachoeira.

Mas Congonhas é isso, conhecer a Basílica. Um dia descemos até o Centro pra tentar sacar dinheiro (e descobrimos que não existe caixa 24h na cidade) e vi como a cidade é feia. Feia, feia mesmo!

Tudo que era prédio antigo foi derrubado e as casas não têm acabamento, parecendo tudo uma grande favela. Conversando com o taxista que nos levou até o parque e é de lá, ele disse que na verdade essa aparência é cultural, as pessoas não estão muito interessadas em dar acabamento as casas e deixam como está. E Congonhas é uma cidade rica, mas totalmente largada.

A pousada onde ficamos é um enorme casarão, que foi construído bem depois da Basílica, mas também é bem largado. Então, minha opinião é que vale separar um dia em Belo Horizonte e fazer um bate e volta, pois a viagem de ônibus não dura nem 2h. 😉

Próxima parada: Brasília.

Cidade histórica

Praia

Margot

Quando minha vida saiu dos trilhos percebi que podia ir pra qualquer lugar. Virei mochileira depois dos 30 e criei o blog pra contar sobre essa aventura.

Você visitou recentemente ...

20 fotos pra inspirar você a conhecer Januária

Brasil

Desculpe o transtorno, preciso falar do Brasil

Tríplice Fronteira

A tríplice fronteira do Brasil

Meninos do Rio

De barco pelo Amazonas

A vista de Manaus

Manaus: 3 dias em mais de 30.

LEAVE A COMMENT

DivaDeMochila

No Diva de Mochila você acompanha a viagem de volta ao mundo de uma carioca-paulista que virou mochileira depois dos 30. Bem-vindo (a) ao blog!

%d blogueiros gostam disto: